Ana, Juliana ou Roseana

Para muitos, tudo teria começado em 1990 quando ela se lançou candidata a Deputada Federal. Seus lindos e longos cabelos cacheados e sua simpatia incomum hipinotizaram o Maranhão de tal forma que ela obteve a maior votação da época. A assessora parlamentar que tanto influenciava o Brasil nos bastidores do poder agora tinha um mandato popular.

Antes mesmo de terminado seu primeiro mandato, sua experiência e habilidade política seriam colocados à prova quando convocada para a articulação que levaria ao impeachment do Presidente Collor. Foi aprovada com louvor e seu destaque nacional a levou a disputar pela primeira vez o Governo do Estado do Maranhão, tendo sido vitoriosa. Iniciava-se uma nova fase de crescimento para o nosso Estado.

Aqueles que acompanham nossa política sabem que o Maranhão teve grande crescimento estrutural nos Governos de José Sarney (quando saímos literalmente das trevas); João Castelo (durante a expansão estruturante do período militar); e mais recentemente com ela (em seus 4 mandatos) e seu jeito diferente, mas firme de governar. Ao seu lado, sempre aconselhando e ajudando a carrear recursos, estava uma bancada Federal atuante, capitaneada pelo Presidente Sarney e pelos Senadores Lobão e João Alberto.

Além dos milhares de quilômetros de estradas que cruzam o nosso Estado, ela foi responsável por obras importantíssimas de mobilidade urbana como os elevados da Casa do Trabalhador, Cohama, Cohab e as avenidas Via Expressa e 4. Centenário. O maior programa de Saúde do Brasil foi iniciado em seu Governo, isso para citar apenas alguns dos grandes projetos que implementou.

Eu que tanto ando pelo interior do nosso Maranhão pude constatar e posso atestar que o nosso povo está carente e mal tratado. Em todos os cantos aonde chego a pergunta que me fazem é se ela vai voltar para retomar o crescimento do nosso torrão. O povo quer dias melhores e hoje tem convicção de que quem melhor cuidou dele foi ela.

Lembro que na última campanha para o Senado o jingle do Senador Lobão bem refletia a importância dessa parceria para o crescimento do nosso Estado. O povo quer essa parceria de novo. Quer Roseana no Governo e Lobão no Senado. A música a que me refiro ganhou o Maranhão e para um aficcionado em jingles de campanha como o titular deste blog era animador ouvir sua estrofe principal:

“É Roseana aqui,

É Lobão em Brasília,

É São Luís que cresce, 

É Imperatriz que brilha”

A minha memória por jingles chega aos meus 9 (nove) anos. Lembro de “João Castelo é quem está com o povo, Castelo é gente nossa para um Maranhão novo”; “Cafeteira, tem a vida de um lutador, Cafeteira é povo unido, meu Governador”; ” Lobão, Lobão, o Maranhão precisa de Você “; e tantos outros, inclusive nacionais como o de Ulisses “bote fé no velhinho, o velhinho é demais”; Covas “e pra mudar é só votar em Mário Covas” e  Lula “Lula lá, brilha uma estrela” para Presidente.

Nos últimos anos, como uma mãe que pega um filho no colo para cuidar, Roseana cuidou do Maranhão. Sua sensibilidade feminina mostrou o que era necessário fazer e como fazer. Ela tem a cara do nosso povo. É valente e destemida como toda mulher Maranhense e não por acaso, foi o jingle que nomeia esse post quem melhor lhe definiu e mostrou a todos o quanto nosso Estado quer ser tratado com zelo e amor.

Amor de mãe, de Maria, de Fernanda, de Adriana, ou como diz a música “Me chamo Ana, Juliana, Roseana, eu sou a mulher”.

Volta, Guerreira. O Maranhão precisa de Você. O Maranhão clama por você. 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s