EUA + BRASIL= ALCÂNTARA

Recentemente, quando registrei a aprovação do Projeto que cria a ZEMA (Zona de Exportação do Maranhão) na Comissão de Constituição e Justiça do Senado, tive acesso ao vídeo apresentado aos Senadores durante a sessão e nele há uma passagem muito interessante registrando a proximidade entre o Porto do Itaqui e Alcântara. Essa realidade faz do Maranhão um lugar único, haja vista que temos o segundo porto mais profundo do mundo e a melhor posição para lançamento de satélites, distando 2 graus e 18 minutos da linha do Equador, o que propicia uma economia de combustível da ordem de trinta por cento. 

Não bastasse sua importância histórica, seu casario colonial e suas belas praias, o que faz dela um grande destino turístico, Alcântara também é a maior esperança tecnológica brasileira dos últimos 30 (trinta) anos. Nela foi instalada nossa segunda base aeroespacial, o Centro de Lançamento de Alcântara, ou simplesmente CLA, através do qual o Brasil espera entrar em um mercado de 300 (trezentos) bilhões de dólares.

Screenshot_20180628-150410

Inicialmente trabalhado em parceria com a Ucrânia, o projeto aeroespacial brasileiro visava não somente lançar satélites através do VLS, mas acima de tudo alcançar um nível tecnológico que somente poucos países conseguiram. Não por acaso, partindo da premissa de que quanto menos somos mais poder nós temos, a transferência de tecnologia encontrou reação nas grandes potências mundiais que se posicionaram contrárias ao Brasil alcançar esse grau de desenvolvimento, chegando mesmo a retaliar a Ucrânia pela parceria, consoante noticiado tempos atrás.

Screenshot_20180628-150348

Trinta anos se passaram desde o início do projeto. Ao longo desse tempo, a Índia, País contemporâneo na mesma caminhada, evoluiu bem mais que nós. Temos excelentes técnicos, uma base moderna e viável, mas não tivemos governantes que entendessem verdadeiramente a importância de tudo. Milhões foram investidos, comunidades centenárias foram deslocadas de suas povoações, tivemos um grave acidente que destruiu a torre de lançamento e que causou a morte de vários técnicos, mas as maiores perdas foram o não desenvolvimento do município sede e a paralisação do projeto pelo descumprimento do acordo com a Ucrânia.

Screenshot_20180628-150302

Agora, tantos anos depois, um dos Países que se posicionava contrário à transferência de tecnologia, os EUA, se interessa por Alcântara e pelo CLA. O Brasil quer a parceria e um novo protocolo de intenções começa a ser analisado. Espera-se que na pauta esteja não uma cessão de território, mas um compromisso de transferência efetiva de tecnologia e de investimento na base aérea, no projeto e no Município de Alcântara. Na história, certamente estarão maranhenses que se empenharam para que o Brasil e o Maranhão atingissem o patamar aeroespacial, pessoas como os Deputados Federais Pedro Fernandes, José Reinaldo Tavares e os Senadores João Alberto, Roberto Rocha e Edison Lobão, além da ex-Governadora Roseana e do ex-Presidente José Sarney. Para este último uma certeza, fruto do seu visionário discurso de posse como Governador do Maranhão em 1966: o Maranhão não será caldatário marginal do progresso e o Porto do Itaqui e a Base de Alcântara serão as alavancas desse desenvolvimento.

Anúncios

Puta que pariu!

Que o refinamento se exploda. Não me peçam para depurar o palavreado numa circunstância como essa. Estou puto. Sou autêntico. Minha origem de boleiro não me permite agir de outra forma. Pra mim foi uma partida cujo resultado eu já previa, pois tudo indicava que seria assim para um lado ou para outro. Doído foi ver dar Bélgica como deu. Se eles tivessem sido melhores que nós eu estaria calado, mas não foram. Estão nas semifinais porque os Deuses do futebol preferiram prestigiar o equilíbrio e não a qualidade.  Paciência. O que me doi é ver as críticas para quem não merecia.

Vamos por partes.

Se colocar jogador por jogador, lado a lado, os nossos são melhores que eles. Os craques deles jogaram melhor que os nossos? Não. Dominamos a partida? Sim. Chutamos o necessário? Quase nada. Poderíamos ter vencido com folga, mas não tivemos a competência necessária para converter as oportunidades em gol. O que me doi é ver e escutar alguns jornalistas que nunca jogaram futebol criticarem sem ter substância para fazê-lo. Senhores, o Neymar foi e é craque. Criou vários lances interessantes e que não foram convertidos em gol. Para si e para os colegas.  Só para P. Coutinho foram dois. Poderíamos ter ganho de 5 x 2. Não deu. Gabriel Jesus não fez gol, mas foi importante. P. Coutinho perdeu pelo menos dois, foi o melhor nos dois primeiros jogos, mas hoje matou. Douglas Costa foi Neymar e Coutinho juntos, mas não foi suficiente. Renato Augusto fez gol e perdeu outro fundamental. Marcelo não foi nem sombra do lateral do Real Madrid. Paulinho não foi o do Corinthians ou do Barcelona. Fernandinho não foi bem. A zaga foi bem e o lateral direito não foi bem. Ruim foi Tite não tirar P. Coutinho.

Acabada para nós a competição e tendo ficado entre os 8 (oito) melhores do mundo, acredito que temos que manter o Tite no comando das nossas Seleções. Não perdemos por culpa dele. Não perdemos por culpa de ninguém. São coisas do futebol que só quem joga pode entender. Tivemos a melhor defesa (Tiago e Miranda foram fora de série); um meio campo consistente  (em que pese Fernandinho hoje não tenha sido top); um meio de campo que se não foi brilhante na aproximação com o ataque não foi ruim e um ataque que poderia ter sido mais ofensivo e determinante, mas que hoje não foi pontual. Perdemos muitos gols. Uma pena.

Quando paro para analisar os gols vejo um erro de zona no primeiro e de combatividade no segundo. Era pra ter dado um pau logo no meio. Lembrei de Maradona passando por Alemão em 1990 e passando pra Canidja matar o jogo. Puta que pariu. Custava dar no meio do cara? Não vou me alongar mais. Minha indignação se choca com minha polidez e acho que está ganhando. Para não piorar, vou dormir. Puto e queimado, mas consciente que não jogamos mal. Não tivemos o brilhantismo de sempre, mas caímos com honra, se é que isso pode aliviar o sentimento de milhões. Complicado é achar que é o melhor; ser tido como o melhor; e perder. É Phoda com PH de Pharmacia, só para disfarçar.

Vamos lamber as feridas, repensar e reconstruir. No geral, conservados Gabriel, Neymar, Coutinho, etc., vocês tem todo o potencial para serem campeões. Temos um grupo jovem e consistente. Vamos trabalhar pra chegar. Já somos campeões olímpicos com essa geração. Ganharemos a copa em breve. Por hora, para não perder o contexto, vai tomar no fiofó, secador. Puta que pariu. Vocês não torcem pela Vitória. Vocês torcem pela derrota para poder falar mal. Tenham seu discurso imbecil por uma semana. Vamos nos reconstruir outra vez e amanhã venceremos.

Quanto a Neymar, puta que pariu outra vez: estiveste fora da copa por contusão; te recuperaste; jogaste bem. Não dê ouvidos aos derroristas. Você é fora de série. Tua hora chegará.

Quanto a vocês, comentaristas que nada entendem de futebol: PUTA QUE PARIU. Vão se catar. Morreu Maria preá. Na próxima levaremos esse caneco.

Ah! Antes que eu me esqueça. Agora que a copa acabou para todos nós: segue o líder. Hehehe.

Saudações rubro-negras.